Psicologia Infantil

 

 

 

 

infantil Na psicoterapia infantil, chamada ludoterapia, a criança expressa-se através do brincar, e, junto do psicólogo, dá significado aos seus conteúdos perturbadores inconscientes, podendo assim elaborá-los, descobrindo recursos psíquicos internos para lidar com eles.

São muitas as crianças, inclusive bebés, que apresentam quadros de insónia e/ou sono inquieto, com muitos pesadelos ou terrores nocturnos, problemas emocionais, de relacionamento; agressividade e intolerância à frustração. Há também problemas de inadaptação escolar; de concentração e aprendizagem, não havendo nenhum défice intelectual.

Conflitos psicológicos que culminam em constantes alergias e pequenas infecções (ouvidos, garganta, etc.); ansiedade de separação (geralmente dos pais); medos profundos que lhes causam sofrimento; comportamento persistente de desafio e oposição, entre muitos outros problemas de comportamento.

O processo ludoterapêutico é iniciado após a primeira consulta com os pais, onde a situação problemática é exposta e ainda uma entrevista de anamnése, também com os pais, onde é recolhido todo o histórico da criança.